sexta-feira, 24 de abril de 2009

Era uma vez … em Abril

E viva a liberdade

 

image

 

Era uma vez… um país, oprimido, triste e envergonhado pela opressão.

Quem vivia nesse país sentia-se amordaçado pelas  forças castradoras .

As pessoas queriam sorrir, mas o riso era proibido, as pessoas

queriam dançar, mas as forças silenciavam a música.

As pessoas queriam  chorar, mas as lágrimas murchavam de dor.

E as crianças  queriam brincar , mas faltava-lhes um lugar para sonhar.

Um dia , de Abril,  tudo mudou…

Ouvia-se pelas ruas , praças  e avenidas :

Viva a liberdade! Viva a liberdade!

As ruas enchiam-se de gritos, choros, abraços e sorrisos.

A musica incendiava as ruas… e cantava-se com paixão :

Grândola Vila Morena … o povo é que mais ordena.

E aquele país triste e cinzento, desabrochou…

E os pais , as mães , as crianças, os tios e primos

e os avós juntaram-se numa enorme e redonda roda de liberdade,

e entoavam alegremente… vinte cinco de Abril  para sempre.

Texto Vanda Furtado Marques

 

«O Futuro«
José Carlos Ary dos Santos

Isto vai meus amigos isto vai
um passo atrás são sempre dois em frente
e um povo verdadeiro não se trai
não quer gente mais gente que outra gente

Isto vai meus amigos isto vai
o que é preciso é ter sempre presente
que o presente é um tempo que se vai
e o futuro é o tempo resistente

Depois da tempestade há a bonança
que é verde como a cor que tem a esperança
quando a água de Abril sobre nós cai.

O que é preciso é termos confiança
se fizermos de maio a nossa lança
isto vai meus amigos isto vai.

2 comentários:

Ricardo disse...

Belo Texto.
Abril de novo é preciso, não uma nova Revolução porque esta ainda tem muito para dar, mas sim cumprir Abril... a DEMOCRACIA, LIBERDADE, JUSTIÇA SOCIAL.
Beijinho, colega escritora
Ricardo

joshua rodriguez disse...

bom texto, gostei do blog :)

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin