domingo, 10 de maio de 2009

A envolvência de contar histórias

 

 

image

 

Ouvir histórias, foi durante séculos um dos grandes entretenimentos da sociedade.

Mas o local escolhido para a narração, tem também uma grande e longa história.

“Contar perto do fogo ou da água parece ser um costume universal. O fogo e a

água servem de protecção, como o vidro da janela através do qual os mundos

se vêem, mas não se penetram. O fogo sempre foi visto como um elemento protector .

A água é o símbolo da vida. Possui virtudes purificadoras.” ( Maria Emília Traça)

Por isso ainda hoje há povos que mantém este costume  e as histórias são narradas nestas ambiências.

Para contar uma história tem que se criar ambiente… temos de envolver os ouvintes,   temos de ser como

os Mágicos que com o seu estalar de dedos, nos proporcionam momentos de encantamento e magia.

Por isso contar histórias em ambientes muito barulhentos, com pessoas a entrar e a sair, torna-se uma tarefa

dura e frustrante.

1 comentário:

aurea disse...

Concordo plenamente, com barulho nao se consegue contar uma história.Nao há magia, nem envolvimento.
Esta imagem fez-me lembrar, eu junta da minha avó, a ouvir a história que ela tinha sempre para contar, com um adiferença, eu sentava-me sempre no chao, junto á lareira...Um grande beijo.

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin