sexta-feira, 20 de novembro de 2009

As três irmãs

                                                                                                                         

                                                                                              

 image

Era uma vez… três irmãs gémeas, filhas do mesmo pai e da mesma mãe.

Só que, uma era morena como os lápis de carvão , a outra era branca como os ursos polares, e a outra ainda, era ruiva como o sol nos dias de verão.

Quando elas nasceram os pais ficaram com os olhos em bico e as bocas torçidas:

- Como era possível as três bebés serem tão diferentes?

De ínicio, ainda tentaram dar algumas explicações meio absurdas:

- Ah!, é de famíla , já o meu irmão teve duas filhas, uma branca e uma amarela!

- Oh, é normal, a mais morena saí a tia-avó, a ruiva ao primo e a branca, é igualzinha a nós.

Com o tempo, as pessoas deixaram de se questionar, e as gémeas foram crescendo forte e sádias.

Tal como eram diferentes por fora, também o eram por dentro.

A morena, adorava o mar, não havia um único dia que não sonhasse  ser sereia.

A branca adorava o frio, não havia um único dia que não sonhasse viver no Polo Norte.

A ruiva adorava a Natureza, não havia um único dia que não sonhasse ser a princesa das flores.

Os pais, por vezes tinham algumas dificuldades em gerir estas diferenças.

Quando chegava ao fim de semana e queriam ir passear juntos, começavam as dificuldades.

-Hoje, vamos à praia , dizia o pai

- Naaaaõ!.. - dizia a branca e a ruiva.

Depois lá vinha a mãe, com uma outra proposta:

- Que tal, irmos fazer um piquenique na floresta?

- Naaaaõ!.. - dizia a branca e a morena!..

Por fim ainda tentaram os dois juntos:

- Vamos patinar no gelo!..

Naaaaõ!..- dizia a ruiva e a morena.

Depois ficavam todas amudas a bater com o pé e com os braços bem cruzados sobre o peito.

Mas como os pais tem uma paciência especial de corrida e sabem fazer milagres do nada,

disseram:

- Já sabemos… hoje vamos à praia de manhã, almoçamos na floresta e à tarde vamos patinar no Gelo!..

-Boa!.. Boa!.. , disseram as três, obrigado mamã, obrigado papá.

Nesta família, todos foram aprendendo a viver com as diferenças e até tirar partido delas.

 

escrita e criada por Vanda Furtado Marques

1 comentário:

Tia Verinha disse...

Vanda, esta é mais uma fantástica história que me deixou com um grande sorriso, pois é mais uma das que vou contar aos meus meninos. OBRIGADA por partilhar! Com cada uma destas histórias sinto-me crescer...
Beijinhos e milsorrisoscoloridos

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin