sábado, 25 de setembro de 2010

O Carrossel Mágico

image
Era uma vez...
Um carrossel que já estava gasto pelo tempo, as músicas que se ouviam já  eram dos tempos antigos, as luzes tinham perdido o brilho cor de rosa, mas os cavalinhos continuavam a subir e a descer.

Outrora, este carrossel enchia-se de meninos que riam e gritavam de alegria e os cavalinhos pareciam que ganhavam vida e os levavam a cavalgar ao sabor do vento.
Era momentos mágicos, a luz, a cor, a música, o sobe e desce que os embalava , que momentos de felicidade tantas e tantas crianças ali passaram.
Mas hoje, este carrossel pouco funciona, as crianças passam  ao lado dele, indiferentes,  já não o olham com os olhos brilhantes, nem puxam as mães pelas saias, para as deixar andar.
O Carrossel continua a girar, a música dos outros tempos a tocar, mas meninos para andar, é que já não haviam.
O dono do carrossel sabia que os tempos tinham mudado e que os meninos tinham tanta coisa para brincar , que o carrossel já não os maravilhava.

Ele só mantinha o carrossel a trabalhar porque havia uma cliente que todos os dias, às quatro horas, comprava quatro  bilhetes e abria aquele sorriso maravilhoso e sonhava, sonhava…

Um dia, o dono do carrossel decidiu que tinha de o fechar, já não tinha dinheiro para o sustentar. Nesse dia ninguém deu pela falta da música de outros tempos, nem dos cavalinhos a subir e a descer, a não ser , uma senhora velhinha que diante o carrossel chorava com lágrimas de desesperar.
O dono do carrossel  foi com tristeza ter com a senhora :
- D.Alice, tive de fechar o carrossel, já não tinha dinheiro para o sustentar .
- Oh! senhor, dono do carrossel  … e agora o que vai ser de mim, como vou eu passar sem o sobe e desce dos cavalinhos e a música de outros tempos!
- Lamento, mas vou partir para outra terra, onde o carrossel possa encher as crianças de felicidade e magia.
D. Alice, não era mulher para baixar os braços, ela própria já tinha passado por umas grandes, grandes aventuras no país das Maravilhas.
Nessa noite, o dono do carrossel estava triste e preparava as malas para partir .
Foi então, que algo o surpreendeu, uma multidão de crianças dirigia-se para o carrossel, a frente delas, a  Alice sorria satisfação.
O dono do carrossel ligou-o… os cavalinhos começaram a subir e descer, a música de outros tempos ganhou um sabor especial,  as luzes cor de rosas pareciam estar mais brilhantes e as crianças sorriam  com um brilhozinho nos olhos.
A  Alice ia contando as suas aventuras, as crianças cavalgavam nos cavalinhos  para mundos de sonhos e magia.
Nunca mais, o carrossel fechou … todos os dias, às quatro da tarde, uma multidão de crianças acompanhadas pela Alice cavalgam para mundos mágicos, cheios de aventuras e mistérios.
Escrito e criado por Vanda Furtado Marques

1 comentário:

Tia Verinha disse...

Bom dia vanda! Mais uma linda história para contar aos meus meninos.Só falta conseguir uma musiquinha de carrocel para criar um ambiente mágico...vou procurar no youtube.Tem de publicar um livro com as suas pequenas históris mágicas :D
Beijinhos e milsorrisosscoloridos

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin