terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Pai, Mãe...olhem para mim

 

Era uma vez uma menina bonita, muito bonita mesmo!

Os cabelos louros emolduravam-lhe um rosto delicado de princesa.

Só que esta princesa, tinha uns olhos tão tristes!

Será que  não tinha família?

Nao!..

O pai era famoso e  enchia- a de brinquedos e  viajava por todo o mundo.

A mãe era uma senhora muito fina e movia-se na alta sociedade.

Então e os olhos tristes?

Será que não tinha amigos?

Não!..

Era uma menina popular, até foi convidada para fazer de Cinderela na peça da Escola.

Mas, então... os olhos tristes?

Um dia ela contou-me:

-Sabes, que eu nunca estou com o meu pai, ele nunca veio à minha escola, se preciso falar com ele, faço-o por email, ou tenho de marcar hora.

-A minha mãe está demasiado ocupada com o seu ego, que nem sequer olha para MIM.

-Sinto-me tão sozinha.

Fiquei a tremer... sem saber o que dizer.

As únicas palavras que me saíram da boca foram:

- Queres um abraço?

A menina abraçou-se a mim e chorou  ... chorou...

Depois, limpou as lágrimas e disse-me:

- Vou para casa, fazer de conta que sou feliz ... pois porque não hei-de ser feliz  se todos os meus pedidos de prendas são satisfeitos?

Os meus pais não conseguem perceber que eu preferia que eles olhassem para mim com carinho   e me abraçassem com amor .

 

Disse-me adeus e fugiu a correr...

 

 

O que me entristece, é que esta menina é real e eu nada consegui fazer para a ajudar

Sem comentários:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin