domingo, 28 de outubro de 2012

 
O PODER DOS CONTOS INFANTIS
 

O PODER DOS CONTOS INFANTIS

por Helena Gerenstadt - gerenstadt@terra.com.br

O grande poder de transformação pessoal que possuem os contos não perderam o seu valor com o passar dos anos. Crianças, jovens e adultos podem aproveitar as suas valiosas mensagens para crescer e despertar a consciência de si mesmos. O valor dos contos infantis pode ajudar aos jovens e crianças a terem forças perante os conflitos internos de seu crescimento. Esta atividade – tão em moda em outros tempos – está recobrando novos valores. Parte do interesse não vem somente das histórias que os autores propõem para os jovens e crianças, para ajudar a superar seus conflitos, dificuldades, mas também para ajudar no sono tranqüilo. É um momento de cultivar o hábito da afetividade com a leitura de um conto.

Benefícios dos contos infantis:

- introduzem as crianças ao mundo da literatura;
- estimulam e guiam a imaginação;
- fomentam o diálogo com os pais, assim como a cultura e a inteligência emocional;
- potenciam a criatividade;
- ajudam a enfrentar as adversidades da existência;
- acrescentam valores de comportamento ético;
- ajudam a aquisição de autonomia e maturidade;
- ensinam hábitos saudáveis;
- podem ajudar a curar sentimentos negativos ou penas interiores (separações, perdas, etc);
- ajudam aos adultos a terem uma comunicação com a sua criança interior, desbloqueando e revolvendo problemas da infância.

Simbologia oculta:

A rosa é o símbolo do amor, principalmente do amor entendido com um dom, do amor puro.

O cordeiro simboliza a pureza, inocência, doçura, simplicidade e obediência. É o anima de sacrifico por excelência.

A serpente simboliza energia, força pura e solitária. As serpentes representam poderes protetores das fontes da vida e da imortalidade, assim como dos bens superiores, simbolizados pelos tesouros ocultos. Encarna a psique inferior, o psiquismo, o incompreensível ou misterioso.

Significa a salvação. A fonte de água refrescante e purificadora é símbolo da aspiração sublime. O encontro da fonte ou do poço é símbolo anunciador da sublimação. Atitude mística e contemplativa. Realiza uma síntese de três ordens cósmicas: céu, terra e inferno; de três elementos: água, terra e ar. É uma via de vital comunicação. A verdade está no fundo do poço.

O fogo destruidor do vulcão se associa à idéia do mau, do Grande Adversário.

A raposa sabe extrair dos humanos seu princípio vital, produzir o exilir da vida. Serve de espelho dos pensamentos dos homens, a fim de desvelar seus mais internos desejos para suscitar neles a consciência da responsabilidade de seus atos. Uma espécie de segunda consciência.

O avião é o libertador do que nos ata a terra. É o domínio do ar, das idéias, do pensamento da mente. Rápido, e às vezes delicado, em seu mecanismo de difícil manejo, o avião lembra facilmente o comportamento na existência, que se assemelha a uma grande aventura iniciática.

As estrelas simbolizam o espírito e, em partículas, simbolizam o conflito entre as forças espirituais (luminosas) e as forças materiais (trevas).

Helena Gerenstadt

Sem comentários:

LinkWithin

Blog Widget by LinkWithin